Souflê de Goiaba com Calda de Catupiry®

Uma das receitas símbolo da magnífica culinária francesa é o soufflé. Esse creme que quando levado ao forno ganha consistência, um sabor e textura deliciosos tem origem incerta, mas os primeiros registros da receita levam à França do século XIX.

Alguns afirmam que o primeiro chef a relatar a produção de um soufflé foi Marie-Antoine Carême. Abandonado por seus pais em Paris quando ainda era jovem, Atoine trabalhou em um restaurante em troca de abrigo e comida até que fosse aceito como aprendiz de um proeminente chef.

Outros dizem que o soufflé foi descrito primeiramente pelo gastrônomo Anthelme Brillat-Savarin, também em paris. Anthelme falou sobre a receita em seu livro “Filosofia do Gosto”.

Independente de quem criou o soufflé, a receita icônica é símbolo de dificuldade nas cozinhas de todo o mundo. Porém a receita não é tão difícil quanto parece! Você só precisa praticar!

O Souflê não precisa necessariamente ser salgado. Ha diversas opções doces pelos restaurantes mundo a fora que são de dar água na boca. Mas como estamos no Brasil, país tropical, optamos por trazer hoje o Souflê de Goiaba, super delicado e na doçura ideal para uma pós refeição pois não utiliza o açucar refinado na sua composição, a doçura da sobremesa vem penas da goiabada.

Nós temos uma rainha do Souflê de Goiaba que é a talentosa e querida Chef Carla Pernambuco e é a receita desta diva que você vai aprender hoje!

SOUFLE DE GOIABA COM CALDA DE CATUPIRY®

Ingredientes: (4 porções)

Souflê

4 claras grandes

1 pitada de sal

220gr de goiabada pastosa

Calda:

100gr de Catupiry®

100ml de leite integral

Faz assim: Para a calda: Leve o Catupiry® com leite ao fogo medio e mexa a até a mistura se homogeneizar. Reserve na panela mesmo.

Para o souflê: Bata as claras em neve na batedeira. Quando começarem a formar picos firmes, junte o sal e bata até firmar por completo. Vá adicionando a goiabada aos poucos e mexendo delicadamente para não perder o aerado das claras. É importante que a goiabada esteja bem cremosa para que misture com facilidade as claras. Se ela estiver muito dura ou for a cascão, dilua com leite numa panelinha ao fogo. Tem que estar bem cremosa. Unte tigelinhas próprias para souflê (ramequim) com manteiga. IMPORTANTE: passe a manteiga com um pincel ou com o guardanapo mesmo no sentido de baixo pra cima nas tigelinhas, sempre no mesmo sentido para que seu souflê cresça uniforme e facilmente.

Despeje a massa nos ramequins até a borda. Passe uma faca sobre a superfície das tigelinhas para uniformizar a massa e tirar possíveis bolhas. Leve assar em forno pré aquecido a 160ºC por aproximadamente 10 minutos ou até que os suflês estejam altos, uns dois dedos acima do ramequim. Aumente a temperatura do forno no final da cocção para dourar seu souflê. Sirva imediatamente após tirar do forno com a Calda de Catupiry®

Quando estiver por São Paulo ou for daqui mesmo, não deixe de visitar o Carlota!

Ainda não existem comentários.

Comentários