Salada de Melancia, Queijo Feta e Pecan Caramelizada

Da melancia tudo é aproveitado. A polpa é uma excelente fonte de água e promove a hidratação do corpo. Já a casca pode ser usada em doces e sucos. Já a parte branca tem substâncias que auxiliam o bombeamento do sangue. Para os homens que desejam melhorar o desempenho sexual, comer a melancia até chegar na casca é uma boa opção.

Para quem faz dieta, uma fatia ou um copo de suco tem apenas 40 calorias. A melancia faz bem também para a pele. A vitamina C e os antioxidantes previnem o envelhecimento e atuam como protetor solar. É capaz até de reduzir cálculos no rim. A melancia pode ser ingerida mais de uma vez ao dia, mas é bom evitar comer a fruta à noite após as refeições porque pode ser indigesta.

O bacana é que melancia não precisa só ficar na classificação de sobremesa. A fruta cai muito bem em saladas e essa que trouxemos para vocês hoje é uma das combinações mais gostosas que já fizemos. Parece simples mas a explosão de sabores que esse prato traz vai te surpreender. Receita que cai muito bem nos dias quentes e o legal é que você pode substituir o queijo e as nuas para variar. Partiu Horti Fruti?

SALADA DE MELANCIA, QUEIJO FETA E PECAN CARAMELIZADA

INGREDIENTES (quantidades para 1 porção)

- Um pedaço de melancia cortada em bolinhas ou cubos (porção para 1 pessoa)

- 1 pedaço de queijo feta picado

- ½ xícara de noz pecan picadas ao meio

- ¼ de xícara de açúcar

- 1 punhado de rúcula

Para o molho: azeite de oliva, aceto balsâmico, sal, pimenta do reino branca e um pouquinho de mel.

Faz assim: Lave a rúcula e reserve. Corte a melancia em bolinhas se tiver um cortador pra isso, lembrando de estar sem as sementes. Se não tiver o cortador, corte em cubos mesmo. Reserve em geladeira pra ficar bem fresquinha. Corte o queijo miudinho e reserve em geladeira. Numa frigideira derreta o açúcar até virar um caramelo dourado claro e junte a noz pecan. Mexa bem até envolver toda a noz com o caramelo e transfira para uma superfície para esfriar, de preferencia um tapetinho de silicone ou em uma pedra de mármore untada com manteiga. Assim que esfriar, quebre com o auxilio de uma martelo de carne e reserve.

O molho: fica ai a dica do século: a melhor maneira de se fazer molhos para salada é colocar todos os ingredientes dentro de um pote de vidro, tampar e sacudir. Praticidade sempre (guarde os potes de palmito, verdadeiros aliados nessa função). Em relação a quantidade dos ingredientes do molho, tudo é muito relativo. Comece sempre colocando o azeite numa quantidade que você ache suficiente para a quantidade de pessoas. O próximo passo é acrescentar um ácido, normalmente o vinagre ou limão. Aqui optamos pelo balsâmico, que tem sua acidez mais controlada pela sua doçura. Não ha uma quantidade estabelecida como padrão, vai de seu gosto e do bom senso, importante lembrar apenas que a quantidade é bem menor que a do azeite, estabeleça sempre uma relação de 1 pra 3 (1 parte de azeite para ⅓ de ácido, ou ¼ se gostar mais suave). O importante e sentir seu sabor sem que este se sobressaia aos outros. Junte o sal e a pimenta no reino moída na hora. E acrescente um pouquinho de mel. Tampe o vidro e sacuda bem. Prove o molho e faça as correções necessárias. Se quiser um molho um pouco mais ácido, acrescente algumas gotas de limão ou um pouco de vinagre branco. Se preferir mais doce, aumente a quantidade de mel. A prova é sempre seu melhor indicador de qualidade. Agora  o pulo do gato: Acrescente sempre um pouco de agua filtrada em seus molhos de salada, apenas um pouco. Isso dilui um pouco a densidade do seu molho e deixa sua textura mais agradável na boca quando for comer.

Montagem: Disponha as folhas de rúcula no prato de serviço. Acomode as bolinhas de melancia e o queijo feta. Coloque o molho por cima apenas na hora de servir e finalize com uma chuva de noz caramelada.

Sim, é dos deuses!

Quer comprar o melhor horta fruti de SP? Agrobonfim

Ainda não existem comentários.

Comentários