Aprenda a cuidar da sua Tábua de Corte

São muitos os tipo de tábuas de corte utilizadas na cozinha profissional (e em casa também), plástico, vidro, polietileno, bambu e as antigas tábuas de madeira, na nossa opinião as mais legais. A tábua de corte é um dos ítens primordiais na cozinha, pois para praticamente todos os preparos que realizamos ela está presente.

Mas temos que ficar bastante atentos sempre ás condições de nossas tábuas principalmente as de madeira e plástico pela fácil proliferação de bactérias nesse tipo de material. Com o uso constante e sucessivo das tábuas, essas vão criando ranhuras pelo uso das facas as quais viram depósito certo de bactérias. Mesmo após a lavagem, essas bactérias permanecem nos vincos o que pode causar uma contaminação do próximo alimento a ser manuseado.

A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proíbe o uso de utensílios de madeira nas cozinhas profissionais  e comerciais justamente por esse problema, por ser um material mais propenso a proliferação de diferentes tipos de bactérias. Este assunto causa opiniões divididas a respeito pois o material que seria o substituto da madeira, o plástico, também sofre com as agressões das facas adquirindo as temíveis rachaduras. Portanto, o ideal é que as tábuas de corte sejam trocadas de tempos em tempos, sendo elas feita de polipropileno ou madeira pois ambos apresentam o mesmo risco dessa contaminação. E a tábua de corte de plástico ainda leva a desvantagem em cima da de madeira por soltar vestígios de materiais que podem ficar retidos nos alimentos que são manuseados sobre ela como o Bisfenol-A e outros Poluentes Orgânicos Persistentes.

  • Os Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) são compostos altamente estáveis e que persistem no ambiente, resistindo à degradação química, fotolítica e biológica. Têm a capacidade de bioacumular em organismos vivos, sendo tóxicos para estes incluindo o homem. O único tipo de tábua de corte que não corre o risco de obter essas ranhuras e ser contaminada são as tábuas de vidro mas que trazem a desvantagem de ser muito mais frágeis com quebras constantes além de não ser recicláveis pois as tábuas de vidro são fabricadas com vidro temperado, o qual não recicla e já a madeira é biodegradável.

Apesar de já haver no mercado diversos produtos que prometem essa limpeza profunda nas tábuas (ainda nenhum para vendas aqui no Brasil), ainda existem muitos contras a respeito. O indispensável mesmo é a boa higienização após cada uso para sua maior durabilidade.

Abaixo listamos algumas dicas e truques para que você consiga usar suas tábuas preferidas por mais tempo antes de trocá-las:

tabua de corte

Tábuas de Madeira / Bambu

- Quando comprar uma tábua de corte nova de madeira, compre óleo mineral que é vendido em farmácias e aplique com um paninho sobre toda a tábua. Lambuze a tábua com bastante óleo e deixe descansando sobre um pano por 24 horas. O óleo sela a madeira não permitindo que as ranhuras fiquem abertas para a proliferação das bactérias. E se passar numa tábua já usada, faça uma bela higienização antes com água quente e sabão neutro, espere secar bem e aplique o óleo realizando o mesmo processo. Faça essa aplicação no mínimo uma vez por mês e de preferência uma vez por semana.

- Quando lavá-la após cada uso, deixe sempre secando no sol ao ar livre, nunca encostada em algo molhado ou úmido.

Tábuas de Polietileno

-Após cada uso lave bem com água quente, sabão neutro e seque sempre com papel toalha pois o pano de prato sempre traz bactérias das nossas mãos.

-Uma mistura super eficaz para limpar tábuas já muito manchadas: 1 xícara de água sanitária, 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio, 2 colheres de sopa de vinagre branco e suco de 1 limão. Aplique sobre a tábua, deixe agir por uma hora e esfregue bem com uma bucha grossa e sabão neutro. Enxague com água quente e seque com papel toalha.

Tábuas de Bambu

- As tábuas de corte de bambu são as mais bonitas e as mais eficientes no mercado atual. Além de lindas (elas dão um charme incrível na cozinha) elas tem ação bactericida natural, ou seja, ela é altamente higiênica. O único cuidado após seu uso é a boa lavagem com água e sabão neutro e deixar secá-la ao ar livre. E fazer todo mês o mesmo processo com o óleo mineral, assim como na de madeira.

Dicas Gerais

-Seque sempre todos os tipos de tábua com papel absorvente (se não tiver como deixar secar naturalmente, ao sol). O uso do pano de prato promove também a proliferação de bactérias presentes em nossas mãos.

-Se sua tábua estiver com cheiro de algum alimento e você não for trocá-la de imediato, corte um limão ao meio e esfregue sobre toda a tábua já higienizada. Lave em seguida com sabão neutro.

-Use sempre tábuas diferentes para cada tipo de alimento. Tenha uma só para carnes, peixes, frutas e legumes e temperos. Uma boa dica são as placas de corte coloridas para você não se perder nos alimentos.

Quer saber mais sobre normas de higiene na Cozinha Profissional? Acesse ANVISA

 

Ainda não existem comentários.

Comentários